Srimad-Bhãgavatam 5-5-18

gurur na sa syãt sva jano na sa syãt
pitã na sa syãj janani na sã syãt
daivam na tat syãn na patig ca sa syãn

na mocayed yah samupeta mrtyuim


"Mesmo o mestre espiritual, o parente, o pai, o esposo ou o semideus que não puderem salvar-nos dos repetidos nascimentos e mortes deverão ser abandonados de imediato."

Pesquisar este blog

Carregando...
Just try to learn the truth by approaching a spiritual master. Inquire from him submissively and render service unto him. The self-realized souls can impart knowledge unto you because they have seen the truth. - Lord Krishna in Bhagavad-gita 4.34

PETIÇÃO JUDICIAL

PETIÇÃO JUDICIAL
STOP ADULTERAÇÃO
Considerando que nós sentimos que a maioria dos discípulos de início de Srila Prabhupada, e seguidores, nos arredores de mais de 90% - 99% consideram que as alterações aos seus livros pela BBT foi uma acção não autorizada que mudou a filosofia apresentada por Sua Divina Graça , podemos apresentar esta petição aos tribunais de que tais mudanças são uma violação da lei de direitos autorais e também não aceito pela congregação de devotos da ISKCON , mas esta adulteração foi autorizada pelo GBC.

terça-feira, 13 de abril de 2010

POINTING THREE FINGERS The Truth Regarding GBC Successorship


By Syamarani (Jadurani) dasi

I am writing this as a partial response to a recent ISKCON GBC paper. The GBC paper had been commenting on a conversation between Srila Prabhupada and Srila Bhaktivedanta Narayana Gosvami Maharaja during the last days of Prabhupada’s manifest stay in this world. The GBC paper tried to cast doubt on Srila Prabhupada’s ordering Srila Narayana Gosvami Maharaja to give spiritual nourishment, spiritual training, and spiritual leadership to his disciples and followers.

In this regard there is an old saying: “While pointing one finger at someone else, one is pointing three fingers at himself.” This means, “One is blaming someone else, whereas it is actually the blamer who is to be blamed. In this connection, perhaps the “three fingers” is that it was the GBC that was never appointed by Srila Prabhupada to be his spiritual successor.

Many devotees think that Prabhupada personally wrote a Last Will in 1977 in which he turned over the spiritual institution of ISKCON to the GBC body as the 'executors' and 'ultimate managerial authorities,' meaning the ultimate managerial and spiritual authority of all the devotees. One example of this type of thought is that the former ISKCON guru Ramesvara Svami wrote in his 1986 Vyasa-puja offering: “I am trying to take shelter of your G.B.C. Body, as you ordered all your followers to do in your last will.” Another example of this conception is that in 1992, Trivikrama Svami wrote in his Vyasa-puja offering: “And in your last will you made it clear that ISKCON, under the authority of the GBC, was how you wanted to extend your mercy to the vast number of sincere souls who would be coming in the future. Can anyone doubt this? Isn't this the simple truth?”

As you will see from the transcription below, which was taken verbatim from Srila Prabhupada’s Vedabase folio, the Will was not a Will of spiritual successorship at all. It was simply a legal document: so that ISKCON's properties could be legally protected from unlawful persons (such as the family members of Srila Prabhupada’s previous asrama), so that its tax exemption would remain intact, and so that no individual devotee could claim ownership of any temple. What follows is the conversation in which the drafting of the Will was discussed. Below that please find the final posting of the Will, called “Declaration of Will,” which was also taken verbatim from Srila Prabhupada’s Vedabase folio.

June 2, 1977, Vrndavana

Svarupa Damodara: ...this summer and he can come. We can provide free lodging and...

Prabhupada: Yes, everyone should be provided free lodging.

Svarupa Damodara: We can invite about two hundred guests and have a week-long conference.

Prabhupada: If they voluntarily give contribution, that's all right. Otherwise we shall provide. We have got guesthouse. It is very nice. Even they do not pay, we shall pay.

Svarupa Damodara: We can make scientific propaganda. And we can also do the same thing in Bombay. Bombay will be bigger.

Prabhupada: Therefore you have been trained up, (chuckles) for this purpose.

Giriraja: So we drafted a will, including the trust for the properties of India and some of the other...

Prabhupada: Will? Will, there will be direction that "Management should be done like this." That's all.

Giriraja: Yes.

Prabhupada: Nobody can say in court case that "This temple will be in charge of this person, this temple..."

Ramesvara: Yes, just like you said.

Giriraja: So we've included those points and the points in your brief will. Should I read it?

Prabhupada: Hm?

Giriraja: Then we can type it. "I, A.C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada, Founder-Acarya of the International Society for Krishna Consciousness, settler of the Bhaktivedanta Book Trust, and disciple of Om Visnupada 108 Sri Srimad Bhaktisiddhanta Sarasvati Gosvami Maharaja Prabhupada, presently residing at Sri Krsna-Balarama Mandir in Vrndavana, make this, my last will. 1. The Governing Body Commission, GBC, will be the trustees of the entire International Society for Krishna Consciousness."

Prabhupada: You can... Then there will be question, "The trust deed will be given? Then there will tax."

Giriraja: No, because the ISKCON trust is already there, and ISKCON is already tax exempt. The only difficulty is if you create a new trust.

Prabhupada: No, no new trust.

Giriraja: No.

Prabhupada: Instead of trustees...

Tamala Krsna: Use a different word.

Prabhupada: Ah!

Ramesvara: Not to apply in trust.

Giriraja: Oh, I see.

Ramesvara: It's a different word.

Prabhupada: Supreme managers.

Gopala Krsna: Supreme managers. (laughter)

Prabhupada: Or the ultimate managers, like that.

Gopala Krsna: The ultimate executives?

Prabhupada: Yes.

Tamala Krsna: Yes, the executors.

Gopala Krsna: Ultimate executors.

Tamala Krsna: Or commissioners. You have...

Prabhupada: Hm. Yes, commissioners.

Tamala Krsna: Commissioner is good, 'cause it's already...

Prabhupada: Use such word.

Tamala Krsna: Use a word that's proper.

Giriraja: Okay.

Tamala Krsna: For now just use one word.

Giriraja: "2: Each temple will be a trust property..."

Prabhupada: Again "trust" word.

Gopala Krsna: Again "ISKCON property."

Giriraja: Okay, we can change that wording.

Prabhupada: Hm.

Giriraja: "...and will be managed by three committee members."

Prabhupada: Hm, yes.

Giriraja: "The system of management will continue as it is now. There is no need of any change. 3. The property in India will be managed by the following committee members: A. Properties at Sri Mayapura Dhama, Panihati, Haridaspur, and Calcutta-Gurukrpa Swami, Jayapataka Swami, Bhavananda Goswami, and Gopala Krsna dasa Adhikari; B. At Vrndavana-Gurukrpa Swami, Aksayananda Swami, and Gopala Krsna dasa Adhikari; C. At Bombay-Tamala Krsna Goswami, Giriraja dasa Brahmacari, and Gopala Krsna dasa Adhikari; D. At Bhuvanesvara-Gaura-Govinda Swami, Jayapataka Swami and Bhagavata dasa Brahmacari; E. At Hyderabad-Mahamsa Swami, Gopala Krsna dasa Adhikari, and Bali-mardana dasa Adhikari."

Tamala Krsna: And Sridhara.

Giriraja: "And Sridhara Goswami. The committee members who have herein been designated are appointed for life. In the event of the death or failure to act for any reason of any of the said committee members, a successor committee member or committee members may be appointed by the remaining committee members, provided that the new committee member is an initiated disciple and following strictly all the rules and regulations of ISKCON as detailed in the books of His Divine Grace..." Oh. "...detailed in my books, and provided that there are never less than three or more than five committee members acting at one time. 4. I have created, developed and organized the International Society for Krishna Consciousness, and as such, I hereby will that none of the immovable properties in India in the name of ISKCON shall ever be mortgaged, borrowed against..."

Prabhupada: Why India? Everywhere. Everywhere.

Ramesvara: See, in America sometimes we will borrow against the temple to "fry the fish in its own oil." So we wanted to make this language just for India, that they can never even mortgage it or risk it in any way.

Prabhupada: All right. But outside they can do?

Ramesvara: Outside they have...

Tamala Krsna: Jayapataka Maharaja just said that the temple buildings should never be mortgaged. Other buildings might be, but what about the temple buildings? Just like in Los Angeles you have many buildings. The temple building should never be mortgaged, but others may be.

Prabhupada: There is a word, devayatana,(?) Indian. Devayatana property can never be mortgaged, sold or risked. (background whispering)

Tamala Krsna: In America... Just like in New York there's a twelve-thirteen-story building. The temple only occupies the ground floor. They can't mortgage... Sometimes if they want to get other properties, they may want to use the asset of that building. If they have this clause, they won't be able to.

Ramesvara: Also sometimes we have got one property in America, and you have allowed us to sell it. Just like in Miami we had to sell the property in Coconut Grove and we bought that big farm.

Prabhupada: No, with the consent of the GBC...

Gopala Krsna: Consent of the GBC.

Prabhupada: Like that.

Jayapataka: Properties in America can't be sold unless...

Ramesvara: We had a GBC meeting, and we made a system so that there are three GBC men assigned to every American property, and they can't even be mortgaged without the signature of these three men.

Prabhupada: And that declaration should be taken. That you are already taking.

Tamala Krsna: Yes, I am in the process of getting them all, oaths of allegiance.

Prabhupada: Hm. Oath of allegiance. That should be maintained.

Ramesvara: So we've already fixed it up for the American temples, with three GBC men assigned to each building, but it hasn't been mentioned in the will.

Prabhupada: No, why not?

Ramesvara: It should be. So we'll have to add a clause...

Prabhupada: Add it.

Ramesvara: ...to deal with the other properties.

Prabhupada: Add it.

Tamala Krsna: Add it right now, Prabhupada says. "Temples outside of India..." That's how it should be worded. "Centers" or "Temples outside of..."

Ramesvara: "Properties outside of India."

Tamala Krsna: "Properties outside of India may only be..." I think we can say, "in principle should not be..."

Prabhupada: There should be inventory of all the properties in this will.

Tamala Krsna: In this will there should be inventory of all properties.

Ramesvara: Now Jayatirtha is getting that, so we can have him send it.

Tamala Krsna: And then the trustees for each of those properties...

Prabhupada: Don't do..., make trustees.

Tamala Krsna: I mean the committee members of each property should be mentioned within this will.

Ramesvara: For all the properties outside the world, all over the world.

Prabhupada: Hm. In-charge. In-charge committee.

Ramesvara: In the world.

Tamala Krsna: Prabhupada wants this will to be, you know, a very complete document.

Ramesvara: And then, as the time goes by and we buy new properties, we will have to add them to the will.

Prabhupada: As far as possible, give protection.

Ramesvara: "Properties outside of India on principle should never be sold."

Tamala Krsna: So this will will take a little bit of time to get all those lists and everything together. In the meantime we have that other will.

Prabhupada: Hm?

Tamala Krsna: In the meantime we have that short, brief will. And this may take a little time to...

Ramesvara: Prabhupada said to write this now, so... "Properties outside of India in principle should never be sold."

Tamala Krsna: Yeah. "But if the need arises, they may be."

Giriraja: Do we have a list of these?

Tamala Krsna: "If the need arises...

Ramesvara: "They may be sold or mortgaged, etc...."

Tamala Krsna: "By the consent..."

Prabhupada: Hm. Sold or mortgaged, never.

Giriraja: Prabhupada doesn't want us to put in "can be sold or mortgaged..."

Tamala Krsna: What about mortgaged? Just like, as an example, that New York building. They'll... When they pay it off, that building...

Ramesvara: They can get a million-dollar loan.

Tamala Krsna: They can get a loan for a million dollars.

Ramesvara: And buy another building.

Tamala Krsna: Or so many buildings.

Giriraja: But then there's risk.

Prabhupada: Yes. That you consider.

Tamala Krsna: There's risk right now. There's a risk right now.

Ramesvara: The only time they should ever be sold is in some emergency? Why should...?

Prabhupada: With the consent of all the GBC.

Tamala Krsna: Yeah, the point is "with the consent of the GBC committee members."

Prabhupada: Better not to be sold.

Ramesvara: We have that. "In principle should never be sold, but if the need arises, they may be sold or mortgaged with the consent of the GBC."

Gopala Krsna: Committee members.

Prabhupada: Outside India.

Ramesvara: Yes, this is outside India.

Tamala Krsna: In India they can never be. It's irrevocable.

Ramesvara: "But if the need arises, they may be sold or mortgaged with the consent of the GBC committee members who are listed as follows."

Tamala Krsna: Then you can say, "The properties and their committee members are listed as follows."

Ramesvara: Right. "The GBC committee members."

Jayapataka: Not all of them. (background talking)

Giriraja: We can put the cities.

Tamala Krsna: Giriraja is suggesting that there's no need to list the address or in details.

Prabhupada: No.

Tamala Krsna: Just simply the city.

Ramesvara: We can do that right after we meet with Prabhupada.

Tamala Krsna: Yeah, we can do that.

Giriraja: So "...shall never be mortgaged, borrowed against, sold, transferred or in any way encumbered, disposed of or alienated."

Tamala Krsna: This is the Indian properties.

Prabhupada: Indian property is devayatana bhavana.

Tamala Krsna: Write that down, dev...

Prabhupada: Devayatana.(?)

Tamala Krsna: Devatra.

Prabhupada: Devayatana. Hm?

Jayapataka: Devayatana means trust. Devayatana means trust.

Prabhupada: All right, don't make if it cannot be so worded(?).

Giriraja: "This direction is irrevocable. 5. I declare, say and confirm that all the properties, both movable and immovable, which stand in my name, including current accounts, saving accounts and fixed deposits in various banks, are the properties and assets of the International Society for Krishna Consciousness, and the heirs and successors of my previous family or anyone claiming through them have no right, claim or interest in these properties whatsoever save and except as provided hereinafter. Although the money which is in my personal name in every bank is being spent for ISKCON and it will belong to ISKCON, I have kept a few deposits specifically named for allocating a monthly allowance of Rs. 1,000 to the members of my former family-two sons, two daughters, and wife. After the deaths of the members of my former family these specific deposits, or this interest and savings, will become the property of ISKCON for the purpose of the trust, and the descendants of my former family or anyone claiming to be them shall not be allowed any further allowance."

Tamala Krsna: It says that the deposits are "mentioned therein."

Giriraja: No.

Ramesvara: It just says that they are specifically named somewhere.

Giriraja: It's except for these, it's all the deposits of ISKCON. It says. We weren't sure about this, but since Mr. Sharma mentioned it, we put: "I hereby appoint..."-and then we've kept some blank space-"...to act as executors of this will. I have made this will this-blank-day of June, 1977, in possession of full sense and sound mind, without any persuasion, force or compulsion from anybody. Witnesses, 1., 2., 3."

Tamala Krsna: Dr. Ghosh should be one of the witnesses. According to Mr. Sharma, if a doctor witnesses, it's very good, attending physician.

Prabhupada: Yes.

Giriraja: So what should we do about the clause which appoints the executors?

Tamala Krsna: What does that mean? The people acting to see...

Giriraja: They're responsible to see that the will is carried out.

Ramesvara: They'll see that it's registered and it's brought before the...

Prabhupada: How many executors?

Giriraja: I think he suggested two or three.

Prabhupada: No, he suggested not less than three, up to seven or eleven.

Giriraja: Oh.

Ramesvara: Originally we told him that all the GBC are executors, and he said, "But out of them, just pick a few. It is a technical thing." 'Cause the GBC are already mentioned as the heirs or the managers of what you are giving.

Prabhupada: So I'll give you seven names.

Tamala Krsna: Our idea is to finish this will business as soon as possible.

Prabhupada: Yes, I'll give you tomorrow. I'll think over this.

Tamala Krsna: Okay. Any more, Giriraja?

Giriraja: That's all for the will.

Ramesvara: There's one other item that has been recommended by several persons, Prabhupada, and that is the will is only a legal document after the maker of the will has departed, so in the interim period, they have suggested an affidavit for any properties or, say, fixed deposits that are in your personal name, and this affidavit would simply state that the purpose of these fixed deposits and properties is for ISKCON. In that way the government will never be able to exact any taxes.

Prabhupada: Yes.

Tamala Krsna: Is there some wording there?

Ramesvara: Do you want me to read it?

Tamala Krsna: If Prabhupada likes.

Ramesvara: So we have prepared an affidavit. Shall we read it?

Prabhupada: Hm.

Ramesvara: "I, A.C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada, Founder-Acarya of the International Society for Krishna Consciousness, disciple of Om Visnupada 108 Sri Srimad Bhaktisiddhanta Sarasvati Gosvami Maharaja Prabhupada and settler of the Bhaktivedanta Book Trust, at present residing at the Krsna-Balarama Temple in Vrndavana, hereby solemnly declare, say and confirm as follows: 1. That I am the Founder-Acarya of the International Society for Krishna Consciousness, known as ISKCON, a society registered under the Society Registration Act of 1860, with its headquarters at Juhu, Bombay, and branches at..." And then it's to be filled in. "2. That some properties with movable and immovable..." What is this word? "...have been donated to me by the devotees of the International Society of Krishna Consciousness or purchased or otherwise acquired by me in my name which still stand in my personal name; 3. That I hereby categorically declare and say that I am just a benamadara (benami) of the International Society for Krishna Consciousness..."

Prabhupada: What is benamadara?

Giriraja: It means... Just like in the Chand Society. Due to some reason we could not take in the beginning in the name of BBT, so we appointed someone to keep in his name, but actually it is not his. He is the only the benamadara on behalf of the society.

Prabhupada: Oh, benamadara.

Ramesvara: "...that I am the benamadara of the International Society for Krishna Consciousness in respect of the said properties, and I hold and do hold these same in trust as a trustee for the said society." No, we take out this phrase, "trust." "...that I hold the same for the said society."

Giriraja: No, "as the Founder-Acarya..."

Ramesvara: "...as the Founder-Acarya; 4. that I further declare, say and confirm that I have no personal claim or interest in these said properties or any..." It says, "position alone...," "...and the same solely belongs to the said society, the International Society for Krishna Consciousness, absolutely. That which is stated above is true to the best of my knowledge, information and belief. Witnessed..." The witnesses swear to that.

Prabhupada: Yes.

Ramesvara: So if this document is prepared, it does not have to be advertised, but if at any point there is some contention, we can show that this was...

Prabhupada: Made.

Ramesvara: ...made in June of 1977, that this is the...

Prabhupada: Registered.

Ramesvara: Registered. That that is the intention. Mr. Sharma said this will be sufficient to avoid any income tax or other tax on such holdings.

Prabhupada: That I want. That's all.

Tamala Krsna: Yeah. Because sometimes they've said, "Oh, it's in your Guru Maharaja's personal name," and you always said, "It's not my personal money." This will show that.

Prabhupada: Benamadara.

Tamala Krsna: Yes. 'Cause actually, whenever you told us to buy properties, we always wrote your name and then "Founder-Acarya of the International Society for..."

Prabhupada: That's all right. So do it. Manage nicely.

Jayapataka: We had a... Regarding the letter I had written, that ISKCON Food Relief has got some liability at Mayapura.

Prabhupada: No, that you discuss. Don't bother my head.

Jayapataka: No, we just... (Ramesvara whispering)

Ramesvara: Prabhupada, this afternoon we had a meeting of the BBT trustees, and we were discussing the situation of the Bengali printing. There are some manuscripts lying, and we want to print them as soon as possible so that selling can increase.

Prabhupada: So Gopala Krsna, give them money.

Gopala Krsna: I have already given seventy thousand rupees.

Ramesvara: The situation is that the seventy thousand rupees is already invested in Gitar Gans, and all the rest of the money Gopala has...

Jayapataka: Gitar Gans and Bhagavat Darshan and...

Prabhupada: So you are not selling?

Ramesvara: They are.

Prabhupada: Utilize that money. You have taken already seventy thousand. That's all.

Gopala Krsna: It was more than seventy thousand, I think.

Prabhupada: Unlimited, we cannot give you money.

Jayapataka: No, but if we could have fifty thousand more, then we could print the Bhagavad-gita and a few other covers at one time, which would increase the distribution.

Prabhupada: That you consult.

Ramesvara: We considered it carefully, and Jayapataka says that if you have more books available at one time, the people will simply buy four, five, six different books. So it will increase the selling and then collection. Therefore he is requesting a loan.

Prabhupada: Loan, that's all right. Whatever loan you have, let us see how you are paying.

Ramesvara: He is already paying the money back to an account that has been set up with him and Gopala in Calcutta.

Prabhupada: How much he has returned?

Ramesvara: How much have you paid back originally?

Jayapataka: Only one payment has come through. I paid the first thing.

Ramesvara: No, no, no, of the seventy thousand.

Jayapataka: No. Seventy thousand? We have no debt with BBT. We're paid up.

Ramesvara: How much have you paid so far?

Jayapataka: Since April I've paid twenty-one thousand.

Ramesvara: He's already paid twenty-one thousand rupees of it back.

Prabhupada: So you can take fifty thousand also. If they have returned twenty-one thousand, you can pay fifty thousand, loan more.

Gopala Krsna: We can pay fifty thousand...?

Ramesvara: He'll take a loan.

Prabhupada: Give and take, give and take, give and take.

Gopala Krsna: The thing is, I've given them seventy thousand...

Prabhupada: That's all right. They have returned twenty-one thousand.

Gopala Krsna: Yes.

Prabhupada: Then you can pay another fifty thousand. In this way transaction will go on.

Gopala Krsna: At the present moment BBT can't give them so much money.

Prabhupada: So give them something. Twenty-one thousand give them, thirty thousand. Then again... If they are returning, you give them. Give and take, give and take.

Gopala Krsna: But that returning which we are doing, we are putting in a separate Bengali...

Prabhupada: Whatever it may be, it is returning.

Ramesvara: Our idea is that from all the money that is collected, we will reinvest in Bengali books.

Prabhupada: That's all right.

Ramesvara: So in addition, he wanted to borrow from your own BBT, because Gopala says that all his money is tied up for printing in English and Hindi and the other languages.

Gopala Krsna: At least for six months.

Ramesvara: So that is his request.

Prabhupada: That he can get in September.

Jayapataka: What?

Tamala Krsna: (laughs) Prabhupada said, "In September."

Ramesvara: Srila Prabhupada, I just received a telegram from America about the book selling. It is from our main warehouse in Los Angeles. They report that there has been increase this month over last month. For Back to Godhead the increase has been seventy percent.

Prabhupada: Hm!

Ramesvara: For small books like Perfection of Yoga, it has increased forty-five percent. For medium books like Krsna Trilogy and Isopanisad, it has increased forty-five percent, and for the hardbound books like Bhagavad-gita and Srimad-Bhagavatam, it has doubled, two hundred percent increase.

Jayapataka: In one month.

Prabhupada: This is very good.

Giriraja: No, that means tripled.

Ramesvara: Two hundred percent increase.

Giriraja: One hundred percent increase is doubled, so two hundred percent...

Tamala Krsna: Tripled. Tripled, the book distribution.

Gopala Krsna: Big books.

Prabhupada: Very good.

Tamala Krsna: Simply by your word, Srila Prabhupada, it is happening.

Ramesvara: Everyone is now wearing these "Double It" buttons. The whole movement is simply thinking of doubling book distribution, doubling it.

Prabhupada: Yes, that is our real mission. Yare dekha tare kaha 'krsna'-upadesa [Cc. Madhya 7.128]. That's all. This is the opportunity of speaking the words given by Krsna. Krsna Dvaipayana or Krsna are the same. So that's all right. No more talking.

Devotees: Jaya Srila Prabhupada!

Prabhupada: Hare Krsna. Jaya.

Radha-vallabha: I'm planning to take it away from him, but I can't find him. I think by the time I return to America...

Prabhupada: It is very convincing.

Radha-vallabha: Yeah.

Prabhupada: "You may pay me six hundred dollars for fifty (indistinct)."

Radha-vallabha: I've been trying to find him. As soon as I find him, I'll bring you the book from him.

Prabhupada: Still paying him money?

Radha-vallabha: No, no, I stopped when you told me in Mayapura.

Prabhupada: Cheats his wife and children, this crooked man, cheating people. Tendency is there. Where he is?

Radha-vallabha: When?

Prabhupada: Where he is now? (end)

DECLARATION OF WILL
Ramanareti, Vrndavana, U.P.
DATE: June 1977

I, A.C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada, founder-acarya of the International Society for Krishna Consciousness, Settlor of the Bhaktivedanta Book Trust, and disciple of Om Visnupada 108 Sri Srimad Bhaktisiddhanta Sarasvati Gosvami Maharaj Prabhupada, presently residing at Sri Krsna-Balarama Mandir in Vrndavana, make this my last will:

1. The Governing Body Commission (GBC) will be the ultimate managing authority of the entire International Society for Krishna Consciousness.

2. Each temple will be an ISKCON property and will be managed by three executive directors. The system of management will continue as it is now and there is no need of any change.

3. Properties in India will be managed by the following executive directors:

a) Properties at Sri Mayapur Dhama, Panihati, Haridaspur and Calcutta: Gurukrpa Swami, Jayapataka Swami, Bhavananda Gosvami and Gopal Krsna das Adhikari.

b) Properties at Vrndavana: Gurukrpa Swami, Akshoyananda Swami, and Gopal Krsna das Adhikari.

c) Properties at Bombay: Tamal Krsna Gosvami, Giriraj das Brahmachary, and Gopal Krsna das Adhikari.

d) Properties at Bhuvanesvara: Gour Govinda Swami, Jayapataka Swami, and Bhagawat das Brahmachary.

e) Properties at Hyderabad: Mahamsa Swami, Sridhar Swami, Gopal Krsna das Adhikari and Bali Mardan das Adhikari.

The executive directors who have herein been designated are appointed for life. In the event of the death or failure to act for any reason of any of the said directors, a successor director or directors may be appointed by the remaining directors, provided the new director is my initiated disciple following strictly all the rules and regulations of the International Society for Krishna Consciousness as detailed in my books, and provided that there are never less than three (3) or more than five (5) executive directors acting at one time.

4. I have created, developed, and organized the International Society for Krishna Consciousness, and as such I hereby will that none of the immovable properties standing in the name of ISKCON in India shall ever be mortgaged, borrowed against, sold, transferred, or in any way encumbered, disposed of, or alienated. This direction is irrevocable.

5. Properties outside of India in principle should never be mortgaged, borrowed against, sold, transferred or in any way encumbered, disposed of, or alienated, but if the need arises, they may be mortgaged, borrowed against, sold, etc., with the consent of the GBC committee members associated with the particular property.

6. The properties outside of India and their associated GBC committee members are as follows:

a) Properties in Chicago, Detroit and Ann Arbor: Jayatirtha das Adhikari, Harikesa Swami, and Balavanta das Adhikari.

b) Properties in Hawaii, Tokyo, Hong Kong: Guru Krpa Swami, Rameswara Swami, and Tamal Krsna Gosvami.

c) Properties in Melbourne, Sydney, Australia Farm: Guru Krpa Swami, Hari Sauri, and Atreya Rsi.

d) Properties in England (London Radlett), France, Germany, Netherlands, Switzerland and Sweden: Jayatirtha das Adhikari, Bhagavan das Adhikari, Harikesa Swami.

e) Properties in Kenya, Mauritius, South Africa: Jayatirtha das Adhikari, Brahmananda Swami and Atreya Rsi.

f) Properties in Mexico, Venezuela, Brazil, Costa Rica, Peru, Ecuador, Colombia, Chile: Hrdayananda Gosvami, Panca Dravida Swami, Brahmananda Swami.

g) Properties in Georgetown, Guyana, Santo Domingo, St. Augustine: Adi Kesava Swami, Hrdayananda Gosvami, Panca Dravida Swami.

h) Properties in Vancouver, Seattle, Berkeley, Dallas: Satsvarupa Gosvami, Jagadisa das Adhikari, Jayatirtha das Adhikari.

i) Properties in Los Angeles, Denver, San Diego, Laguna Beach: Rameswara Swami, Satsvarupa Swami, Adi Kesava Swami.

j) Properties in New York, Boston, Puerto Rico, Port Royal, St. Louis, St. Louis Farm: Tamal Krsna Gosvami, Adi Kesava Swami, Rameswara Swami.

k) Properties in Iran: Atreya Rsi, Bhagavan das Adhikari, Brahmananda Swami.

l) Properties in Washington D.C., Baltimore, Philadelphia, Montreal and Ottawa: Rupanuga das Adhikari, Gopal Krsna das Adhikari, Jagadisa das Adhikari.

m) Properties in Pittsburgh, New Vrndavana, Toronto, Cleveland, Buffalo: Kirtanananda Swami, Atreya Rsi, Balavanta das Adhikari.

n) Properties in Atlanta, Tennessee Farm, Gainesville, Miami, New Orleans, Mississippi Farm, Houston: Balavanta das Adhikari, Adi Kesava Swami, Rupanuga das Adhikari.

o) Properties in Fiji: Hari Sauri, Atreya Rsi, Vasudev.

7. I declare, say and confirm that all the properties, both movable and immovable, which stand in my name, including current accounts, savings accounts and fixed deposits in various banks, are the properties and assets of the International Society for Krishna Consciousness, and the heirs and successors of my previous life, or anyone claiming through them, have no right, claim or interest in these properties whatsoever, save and except as provided hereafter.

8. Although the money which is in my personal name in different banks is being spent for ISKCON and belongs to ISKCON, I have kept a few deposits specifically marked for allocating a monthly allowance of Rs. 1,000/- each to the members of my former family (two sons, two daughters, and wife). After the deaths of the members of my former family, these specific deposits (corpus, interests, and savings) will become the property of ISKCON for the corpus of the trust, and the descendants of my former family or anybody claiming through them shall not be allowed any further allowance.

9. I hereby appoint Guru Krpa Swami, Hrdayananda Gosvami, Tamal Krishna Gosvami, Rameshwar Swami, Gopal Krishna das Adhikari, Jayatirtha das Adhikari and Giriraj das Brahmachary to act as executors of this will. I have made this will this 4th day of June, 1977, in possession of full sense and sound mind, without any persuasion, force or compulsion from anybody.

Witnesses:

1. (?)

2. Tamal Krishna Goswami

3. Bhagavandas Adhikary

A.C. Bhaktivedanta Swami

===================================================

tradução automatica:


Apontando três DEDOS
A verdade sobre sucessão do GBC

Por Syamarani (Jadurani) dasi

Estou escrevendo isto como uma resposta parcial a um recente artigo GBC ISKCON. O papel GBC foi comentando sobre uma conversa entre Srila Prabhupada e Srila Bhaktivedanta Narayana Gosvami Maharaja durante os últimos dias da estadia manifesto Prabhupada neste mundo. O papel GBC tentou pôr em ordem Srila Prabhupada Srila Narayana Gosvami Maharaja para dar o alimento espiritual, a formação espiritual e liderança espiritual de seus discípulos e seguidores.

A este respeito há um velho ditado: "Enquanto a apontar um dedo para alguém, uma está apontando três dedos de si mesmo." Isto significa que, "Uma delas é culpar alguém, que é, na verdade, o acusador, que deve ser responsabilizado. Neste contexto, talvez a "três dedos" é que era o GBC, que nunca foi apontado por Srila Prabhupada para ser seu sucessor espiritual.

Muitos devotos pensam que Prabhupada escreveu pessoalmente uma última vontade, em 1977, que girou sobre a instituição espiritual da ISKCON para o GBC como os executores 'e' final autoridades de gestão ', significando que a autoridade máxima de gestão e espiritual de todos os devotos. Um exemplo deste tipo de pensamento é que o ex-guru da ISKCON Ramesvara Svami escreveu em sua oferta Vyasa puja de 1986: "Eu estou tentando se abrigar do seu GBC Corpo, como você ordenou que todos os seus seguidores a fazer em sua última vontade ". Outro exemplo dessa concepção é que, em 1992, Trivikrama Svami escreveu em seu Vyasa-puja oferecendo:" E em seu último você deixou claro que a ISKCON, sob a autoridade do GBC, foi como você queria estender a sua misericórdia para com o grande número de almas sinceras que viria no futuro. Alguém pode duvidar disso? Não é esta a verdade simples? "

Como você pode ver a partir da transcrição abaixo, que foi tirado diretamente folio Srila Prabhupada Vedabase, a vontade não era uma vontade de sucessão do espiritual a todos. Era simplesmente um documento legal, de modo que as propriedades da ISKCON poderia ser legalmente protegidos das pessoas ilegais (como os membros da família de asrama anterior Srila Prabhupada), de modo que a sua isenção de impostos permaneceria intacta, e para que nenhum devoto individual poderia reivindicar a posse de qualquer templo. O que se segue é a conversa em que a elaboração do Will foi discutido. Abaixo que queira encontrar a postagem final da vontade, denominado "Declaração de Vontade", que também foi tirado diretamente folio Srila Prabhupada Vedabase.



2 de junho de 1977, Vrndavana

Svarupa Damodara: ... este verão e que pode vir. Podemos fornecer alojamento gratuito e ...

Prabhupada: Sim, todos devem ser fornecidos alojamento gratuito.

Svarupa Damodara: Podemos convidar cerca de duas centenas de convidados e fazer uma conferência de uma semana.

Prabhupada: Se voluntariamente dar contribuição, que está tudo certo. Caso contrário, vamos fornecer. Temos pousada. É muito agradável. Mesmo se não pagar, vamos pagar.

Svarupa Damodara: Nós podemos fazer propaganda científica. E nós também podemos fazer a mesma coisa em Bombaim. Bombaim será maior.

Prabhupada: Então você foi treinado para cima (risos), para esta finalidade.

Giriraja: Então, elaborou um testamento, incluindo a confiança para as propriedades da Índia e alguns dos outros ...

Prabhupada: Will? Will, não haverá sentido que "a gestão deve ser feito como este." Isso é tudo.

Giriraja: Sim.

Prabhupada: Ninguém pode dizer no caso de tribunal que "este templo será responsável por esta pessoa, este templo ..."

Ramesvara: Sim, como você disse.

Giriraja: Então, nós incluímos os pontos e os pontos em sua vontade breve. Devo ler?

Prabhupada: Hm?

Giriraja: Então, pode escrever isso. "Eu, AC Bhaktivedanta Swami Prabhupada, Fundador-Acarya da Sociedade Internacional para Consciência de Krishna, colono da Bhaktivedanta Book Trust, e discípulo de Om Visnupada 108 Sri Srimad Bhaktisiddhanta Sarasvati Gosvami Maharaja Prabhupada, atualmente residente em Sri Krishna-Balarama Mandir em Vrndavana , fazem deste, o meu vai durar 1.. O Corpo Governante Comissão, GBC, serão os depositários de toda a Sociedade Internacional para Consciência de Krishna. "

Prabhupada: Você pode ... Em seguida, haverá pergunta: "O contrato fiduciário será dado? Então há fiscais."

Giriraja: Não, porque a confiança ISKCON já está lá, e ISKCON já é isenta de imposto. A única dificuldade é se você criar uma nova confiança.

Prabhupada: Não, não confiar de novo.

Giriraja: Não.

Prabhupada: em vez de curadores ...

Tamala Krsna: Use uma palavra diferente.

Prabhupada: Ah!

Ramesvara: Não aplicar em confiança.

Giriraja: Oh, eu vejo.

Ramesvara: É uma palavra diferente.

Prabhupada: gestores Supremo.

Gopala Krsna: gestores Supremo. (Risos)

Prabhupada: Ou os gestores final, como esse.

Gopala Krsna: Os executivos da final?

Prabhupada: Sim.

Tamala Krsna: Sim, os executores.

Gopala Krsna: Ultimate executores.

Tamala Krsna: ou comissários. Você tem ...

Prabhupada: Hm. Sim, os comissários.

Tamala Krsna: Comissário é bom, porque ele já está ...

Prabhupada: Use essa palavra.

Tamala Krsna: Use uma palavra que é bom.

Giriraja: Okay.

Tamala Krsna: Por agora é só usar uma palavra.

Giriraja: "2: Cada templo será uma propriedade de confiança ..."

Prabhupada: Again "confiança" da palavra.

Gopala Krsna: Again "de propriedade da ISKCON."

Giriraja: Ok, nós podemos mudar essa formulação.

Prabhupada: Hm.

Giriraja: "... e será gerenciado por três membros da comissão."

Prabhupada: Hm, sim.

Giriraja: "O sistema de gestão vai continuar como está agora. Não há necessidade de qualquer alteração. 3. A propriedade na Índia será gerido pelos membros do comitê que se segue: A. Propriedades em Sri Mayapur Dhama, Panihati, Haridaspur e Calcutta-Gurukrpa Swami, Jayapataka Swami, Bhavananda Goswami, e Gopala Krsna dasa Adhikari, B. Em Vrndavana-Gurukrpa Swami, Swami Aksayananda e Gopala Krsna dasa Adhikari; C. No Krishna Goswami Bombay-Tamala, Giriraja dasa Brahmacari e Gopala Krishna dasa Adhikari, D. Na Bhuvanesvara-Gaura-Govinda Swami, Swami Jayapataka e dasa Bhagavata Brahmacari; E. Em Hyderabad-Mahamsa Swami, Gopala Krsna dasa Adhikari, e Bali-mardana dasa Adhikari.

Tamala Krsna: E Sridhara.

Giriraja: "E Sridhara Goswami. Os membros da comissão que aqui foram designados são nomeados para a vida. Em caso de morte ou de omissão, por qualquer motivo de qualquer dos membros da comissão disse, um membro da comissão sucessor ou membros da comissão podem ser nomeados pelos membros do comitê restantes, desde que o novo membro da comissão é um discípulo iniciado e seguir rigorosamente todas as normas e regulamentos da ISKCON, conforme descrito nos livros de Sua Divina Graça ... " Oh. "... Detalhada em meus livros, e desde que não haja nunca inferior a três nem superior a cinco membros da comissão na qualidade de uma vez. 4. Tenho criado, desenvolvido e organizado da Sociedade Internacional para Consciência de Krishna, e como tal, eu decide se que nenhum dos imóveis na Índia, em nome da ISKCON devem sempre ser hipotecados, contra emprestado ... "

Prabhupada: Índia Por quê? Em todos os lugares. Em todos os lugares.

Ramesvara: Veja, na América, por vezes, nós pediremos contra o templo para "fritar o peixe em seu próprio óleo." Então, nós queríamos fazer essa linguagem apenas para a Índia, que nunca pode até hipotecas de risco ou que de forma alguma.

Prabhupada: Tudo bem. Mas fora eles podem fazer?

Ramesvara: Fora que eles têm ...

Tamala Krsna: Jayapataka Maharaja disse apenas que os edifícios do templo nunca deve ser hipotecado. Outros edifícios poderia ser, mas o que acontece com os edifícios do templo? Assim como em Los Angeles tem muitos edifícios. A construção do templo nunca deve ser hipotecado, mas outros podem ser.

Prabhupada: Não há uma palavra, devayatana (?) Indiano. Devayatana propriedade nunca pode ser hipotecado, vendido ou arriscou. (Sussurrando fundo)

Tamala Krsna: Na América ... Assim como em Nova York há um prédio de doze treze história. O templo ocupa apenas o piso térreo. Eles não podem hipoteca ... Às vezes, se quiserem obter outras propriedades, eles podem querer usar o recurso do edifício. Se eles têm essa cláusula, não será capaz de fazer.

Ramesvara: Às vezes, também temos uma propriedade na América, e que nos permitiram vendê-lo. Assim como em Miami, tivemos de vender o imóvel em Coconut Grove e nós compramos a fazenda.

Prabhupada: Não, com o consentimento do GBC ...

Gopala Krsna: O consentimento do GBC.

Prabhupada: Assim mesmo.

Jayapataka: Propriedades na América não podem ser vendidos a menos ...

Ramesvara: Tivemos uma reunião GBC, e fizemos um sistema em que há três homens GBC atribuído a cada propriedade de americanos, e eles não podem ser hipotecados sem a assinatura destes três homens.

Prabhupada: E essa declaração devem ser tomadas. Isso já está a tomar.

Tamala Krsna: Sim, eu estou no processo de obtenção de todos eles, os juramentos de lealdade.

Prabhupada: Hm. Juramento de fidelidade. Isso deve ser mantida.

Ramesvara: Então, nós já fixa-lo para os templos americana, com três homens GBC atribuída a cada edifício, mas não foi mencionada no testamento.

Prabhupada: Não, por quê não?

Ramesvara: Deve ser. Então nós vamos ter que adicionar uma cláusula de ...

Prabhupada: Add-lo.

Ramesvara: ... para lidar com as outras propriedades.

Prabhupada: Add-lo.

Tamala Krsna: Add-lo agora, Prabhupada diz. "Templos fora do Brasil ..." É assim que deve ser formulada. "Centros" ou "fora dos templos ..."

Ramesvara: "Propriedades fora da Índia."

Tamala Krsna: "Propriedades fora da Índia só pode ser ..." Acho que podemos dizer, "em princípio não deve ser ..."

Prabhupada: Não deve ser o inventário de todas as propriedades desta vontade.

Tamala Krsna: Neste vontade deve haver inventário de todas as propriedades.

Ramesvara: Agora Jayatirtha que está começando, para que possamos tê-lo enviar.

Tamala Krsna: E então os administradores de cada uma dessas propriedades ...

Prabhupada: Não fazer ..., faça administradores.

Tamala Krsna: Eu quero dizer aos membros da comissão de cada propriedade deve ser mencionado nesta vontade.

Ramesvara: Para todos os imóveis fora do mundo, em todo o mundo.

Prabhupada: Hm. Responsável. Em cobrar comissão.

Ramesvara: Em todo o mundo.

Tamala Krsna: Prabhupada quer esta vontade de ser, você sabe, um documento muito completo.

Ramesvara: E então, como o tempo passa e nós compramos novas propriedades, teremos que adicioná-los à vontade.

Prabhupada: Na medida do possível, dar proteção.

Ramesvara: "Propriedades fora da Índia, em princípio, não deve nunca ser vendida."

Tamala Krsna: Então, isto vai demorar um pouco mais de tempo para obter todas as listas e tudo junto. Entretanto, temos que outros.

Prabhupada: Hm?

Tamala Krsna: Enquanto isso, temos que a curto, será breve. E isso pode demorar um pouco para ...

Ramesvara: Prabhupada disse que escrever isso agora, então ... "Propriedades fora da Índia, em princípio, não deve nunca ser vendida."

Tamala Krsna: Sim. "Mas se surgir a necessidade, eles podem ser."

Giriraja: Nós temos uma lista dessas?

Tamala Krsna: "Se surgir a necessidade ...

Ramesvara: "Eles podem ser vendidos ou hipotecados, etc ..."

Tamala Krsna: "Até o consentimento ..."

Prabhupada: Hm. Vendidos ou hipotecados, nunca.

Giriraja: Prabhupada não quer colocar em "podem ser vendidos ou hipotecados ..."

Tamala Krsna: E hipotecado? Assim como, por exemplo, que Nova York edifício. Eles ... Quando eles pagá-la fora, que a construção ...

Ramesvara: eles podem obter um empréstimo de milhões de dólares.

Tamala Krsna: Eles podem obter um empréstimo de um milhão de dólares.

Ramesvara: E comprar outro prédio.

Tamala Krsna: Ou tantos prédios.

Giriraja: Mas então não há risco.

Prabhupada: Sim. Que você considere.

Tamala Krishna: Há risco agora. Há um risco neste momento.

Ramesvara: A única vez que jamais deveria ser vendida em alguma emergência? Por que devo ...?

Prabhupada: Com o consentimento de todos os GBC.

Tamala Krsna: Sim, o ponto é "com o consentimento dos membros da comissão GBC.

Prabhupada: É melhor não ser vendido.

Ramesvara: Nós temos isso. "Em princípio não deve ser vendido, mas caso seja necessário, eles podem ser vendidos ou hipotecados com o consentimento do GBC.

Gopala Krsna: membros da comissão.

Prabhupada: Portugal fora.

Ramesvara: Sim, isso é fora da Índia.

Tamala Krsna: Na Índia, que nunca pode ser. É irrevogável.

Ramesvara: "Mas se surgir a necessidade, eles podem ser vendidos ou hipotecados com o consentimento dos membros da comissão GBC que estão listados a seguir."

Tamala Krsna: Então você pode dizer: "As propriedades e os membros da sua comissão estão listados a seguir."

Ramesvara: Direito. "O GBC membros da comissão."

Jayapataka: Nem todos eles. (Falando ao fundo)

Giriraja: Nós podemos colocar as cidades.

Tamala Krsna: Giriraja está sugerindo que não há nenhuma necessidade para a lista de endereços ou em detalhes.

Prabhupada: Não.

Tamala Krsna: Simplesmente a cidade.

Ramesvara: Nós podemos fazer isso direito depois de se reunir com Prabhupada.

Tamala Krsna: Sim, nós podemos fazer isso.

Giriraja: Então, "... nunca deve ser hipotecado, contra emprestado, vendido, transferido ou de qualquer forma onerado, eliminados ou alienado."

Tamala Krsna: Esta é a propriedades da Índia.

Prabhupada: propriedade indígena é bhavana devayatana.

Tamala Krsna: Escreve isso, dev ...

Prabhupada: Devayatana. (?)

Tamala Krsna: Devatra.

Prabhupada: Devayatana. Hm?

Jayapataka: Devayatana significa confiança. Devayatana significa confiança.

Prabhupada: Tudo bem, não faço se não puder ser assim redigido (?).

Giriraja: "Esta direcção é irrevogável. 5. Declaro, dizer e confirmar que todos os imóveis, móveis e imóveis, que estão em meu nome, incluindo contas correntes, contas poupança e depósitos em vários bancos, são as propriedades e bens da Sociedade Internacional para Consciência de Krishna, e os herdeiros e sucessores da minha família anterior ou qualquer reivindicação por eles não têm o direito, reivindicação ou interesse em alguma dessas propriedades e salvar excepto nos casos previstos a seguir. Embora o dinheiro que está em meu nome pessoal, em cada banco está sendo gasto para a ISKCON e, caberá a ISKCON, tenho mantido alguns depósitos designados especificamente para a atribuição de um subsídio mensal de Rs. 1000 para os membros da minha antiga família de dois filhos, duas filhas e esposa. Após o mortes dos membros da minha família antiga destes depósitos específicos, ou desse interesse e de poupança, passarão a ser propriedade da ISKCON com a finalidade de confiança, e os descendentes da minha antiga família ou alguém afirmando ser eles não serão permitidos quaisquer outras subsídio. "

Tamala Krishna: Ele diz que os depósitos sejam "nele mencionadas."

Giriraja: Não.

Ramesvara: Ele só diz que eles são designados especificamente em algum lugar.

Giriraja: É exceto para estes, é todos os depósitos da ISKCON. Ele diz. Não tínhamos certeza sobre isso, mas desde que o Sr. Silva mencionou, nós colocamos: "Tenho a honra de nomear ..."- e depois mantivemos algumas espaço em branco" ... para atuar como executores dessa vontade. Eu fiz isto este dia em branco de junho de 1977, na posse de sentido pleno e mente sã, sem persuasão, força ou coação de ninguém. Testemunhas de Jeová, 1., 2., 3. "

Tamala Krsna: Dr. Ghosh deve ser uma das testemunhas. Segundo o Sr. Silva, se um médico testemunhas, é muito bom, atendido por um médico.

Prabhupada: Sim.

Giriraja: Então o que devemos fazer sobre a cláusula que nomeia os administradores?

Tamala Krsna: O que significa isso? As pessoas que agem para ver ...

Giriraja: Eles são responsáveis para que a vontade é realizada.

Ramesvara: Eles vão ver que é registrada e é submetido a ...

Prabhupada: Como muitos executores?

Giriraja: Eu acho que ele sugeriu duas ou três.

Prabhupada: Não, ele sugeriu que pelo menos três, até sete ou onze anos.

Giriraja: Oh.

Ramesvara: Inicialmente, disse-lhe que todas as GBC são executores, e ele disse: "Mas fora deles, basta escolher alguns. É uma coisa técnica." Porque o GBC já são mencionados como os herdeiros ou os gestores de que você está dando.

Prabhupada: Então eu vou dar-lhe sete nomes.

Tamala Krsna: A nossa idéia é concluir esse negócio o mais rapidamente possível.

Prabhupada: Sim, eu lhe darei amanhã. Vou pensar sobre isso.

Tamala Krsna: Okay. Mais, Giriraja?

Giriraja: Isso é tudo à vontade.

Ramesvara: Há um outro item que tenha sido recomendado por várias pessoas, Prabhupada, e essa é a vontade é só um documento legal depois que o fabricante da vontade se afastou, assim, no período de transição, eles sugeriram um depoimento para as propriedades ou , por exemplo, depósitos que estão em seu nome pessoal, e essa declaração seria simplesmente afirmar que o objectivo destes depósitos e propriedades é para ISKCON. Desta forma, o governo nunca será capaz de exatamente todos os impostos.

Prabhupada: Sim.

Tamala Krsna: Existe algum texto lá?

Ramesvara: Você quer que eu leia?

Tamala Krsna: Se gosta de Prabhupada.

Ramesvara: Então, temos preparado um depoimento. Vamos lê-lo?

Prabhupada: Hm.

Ramesvara: "Eu, AC Bhaktivedanta Swami Prabhupada, Fundador-Acarya da Sociedade Internacional para Consciência de Krishna, discípulo de Om Visnupada 108 Sri Srimad Bhaktisiddhanta Sarasvati Gosvami Maharaja Prabhupada e colonos da Bhaktivedanta Book Trust, atualmente residindo no templo de Krishna-Balarama em Vrndavana, declara solenemente, declarar, dizer e confirmar o seguinte: 1. Que eu sou o Fundador-Acarya da Sociedade Internacional para Consciência de Krishna, conhecido como ISKCON, uma sociedade registada sob o Ato de Registro da sociedade de 1860, com sede em Juhu , Bombaim, e filiais em ... " E, então, para ser preenchidos "2. Alguns com que as propriedades móveis e imóveis ..." Que palavra é esta? "... Foram doados para mim pelos devotos da Sociedade Internacional da Consciência de Krishna ou comprados ou adquiridos por mim em meu nome, que ainda estão em meu nome pessoal, 3. Categoricamente que tenho a honra de declarar e dizer que eu sou apenas um benamadara (benami) da Sociedade Internacional para Consciência de Krishna ... "

Prabhupada: O que é benamadara?

Giriraja: Significa ... Assim como na sociedade Chand. Devido a alguma razão, não poderia ter, no início, em nome da BBT, por isso, designou uma pessoa para se manter em seu nome, mas realmente não é seu. Ele é o único a benamadara em nome da sociedade.

Prabhupada: Oh, benamadara.

Ramesvara: "... que eu sou o benamadara da Sociedade Internacional para Consciência de Krishna no que se refere a propriedades, e eu prendo e possuem os mesmos na confiança como um administrador para a referida sociedade." Não, nós tomamos esta frase, "confiança". "... Que eu mantenha o mesmo para a referida sociedade."

Giriraja: Não, "como o Fundador Acarya ..."

Ramesvara: "... como o Fundador Acarya, 4. Declaro ainda que, dizer e confirmar que não tenho nenhum interesse pessoal ou de crédito nestas disse propriedades ou qualquer ..." Ela diz: "A posição sozinho ...,"" ... e os mesmos somente pertence a referida sociedade, a Sociedade Internacional para Consciência de Krishna, absolutamente. Aquilo que é dito acima verdadeiro melhor do meu conhecimento, informação e crença. Autenticado ... " As testemunhas juram que isso.

Prabhupada: Sim.

Ramesvara: Portanto, se esse documento é preparado, ele não precisa ser anunciado, mas se em algum momento há algum argumento, podemos mostrar que este era ...

Prabhupada: Made.

Ramesvara: ... feita em junho de 1977, que este é o ...

Prabhupada: Registado.

Ramesvara: Registado. Que essa é a intenção. Sharma disse que isso será suficiente para evitar qualquer imposto de renda ou outro imposto sobre tais participações.

Prabhupada: Isso que eu quero. Isso é tudo.

Tamala Krsna: Sim. Porque às vezes eles disseram, "Oh, é em nome pessoal de seu Guru Maharaja," e você sempre disse, "Não é o meu dinheiro pessoal". Isso vai mostrar isso.

Prabhupada: Benamadara.

Tamala Krsna: Sim. Porque, na verdade, sempre que nos disse para comprar imóveis, sempre escreveu seu nome e clique em "Fundador Acarya da Sociedade Internacional para ..."

Prabhupada: Isso é certo. Então faça isso. Gerir bem.

Jayapataka: Nós tivemos a. .. Quanto à carta que tinha escrito, que ISKCON Food Relief tem responsabilidade em algumas Mayapura.

Prabhupada: Não, você discute. Não se preocupe minha cabeça.

Jayapataka: Não, nós só ... (Sussurrando Ramesvara)

Ramesvara: Prabhupada, esta tarde tivemos uma reunião dos curadores BBT, e nós estávamos discutindo a situação da impressão bengali. Há alguns manuscritos mentira, e nós queremos imprimi-los o mais rapidamente possível, de modo que as vendas podem aumentar.

Prabhupada: Então Gopala Krsna, dar-lhes dinheiro.

Gopala Krsna: Eu já dei setenta mil rúpias.

Ramesvara: A situação é que os setenta mil rúpias já investiu em Gitar Gans, e todo o resto do dinheiro Gopala tem ...

Jayapataka: Gans Gitar e Darshan Bhagavat e ...

Prabhupada: Então você não está vendendo?

Ramesvara: São.

Prabhupada: Utilize esse dinheiro. Já tiver tomado setenta mil. Isso é tudo.

Gopala Krsna: Foi mais de setenta mil, eu acho.

Prabhupada: Unlimited, não podemos dar-lhe dinheiro.

Jayapataka: Não, mas se pudéssemos ter mais de cinqüenta mil, então poderá imprimir o Bhagavad-Gita e alguns outros abrange ao mesmo tempo, o que aumentaria a distribuição.

Prabhupada: Isso você consultar.

Ramesvara: Consideramos cuidadosamente, e Jayapataka diz que se você tem mais livros disponíveis ao mesmo tempo, as pessoas vão simplesmente comprar quatro, cinco, seis livros diferentes. Por isso, vai aumentar a venda e cobrança. Portanto, ele está solicitando um empréstimo.

Prabhupada: Loan, que está tudo certo. Seja qual for empréstimo que você tem, vamos ver como você está pagando.

Ramesvara: Ele já está dando o dinheiro para uma conta que foi criada com ele e Gopala em Calcutá.

Prabhupada: Quanto ele voltou?

Ramesvara: Quanto você paga de volta originalmente?

Jayapataka: Apenas um pagamento chegou. Paguei a primeira coisa.

Ramesvara: Não, não, não, de setenta mil.

Jayapataka: Não. Setenta mil? Nós não temos nenhuma dívida com o BBT. Somos pagos para cima.

Ramesvara: Quanto você pagou até agora?

Jayapataka: Desde abril eu paguei vinte e um mil.

Ramesvara: Ele já pagou vinte e um mil rupias de volta.

Prabhupada: Então você pode ter cinqüenta mil também. Se eles voltaram vinte e um mil, você pode pagar cinqüenta mil, o empréstimo mais.

Gopala Krsna: Podemos pagar cinqüenta mil ...?

Ramesvara: Ele vai tomar um empréstimo.

Prabhupada: dar e receber, dar e receber, dar e receber.

Gopala Krsna: A coisa é, eu dei-lhes setenta mil ...

Prabhupada: Isso é certo. Eles voltaram vinte e um mil.

Gopala Krsna: Sim.

Prabhupada: Então você pode pagar mais cinquenta mil. Desta forma transação vai continuar.

Gopala Krishna: No BBT presente momento, não lhes pode dar tanto dinheiro.

Prabhupada: Então dê-lhes alguma coisa. Vinte e um mil-lhes, trinta mil. Então outra vez ... Se eles estão voltando, que lhes dão. Dar e receber, dar e receber.

Gopala Krishna: Mas que o retorno que estamos fazendo, estamos colocando em bengali separado ...

Prabhupada: O que quer que seja, ele está voltando.

Ramesvara: Nossa idéia é que de todo o dinheiro que é recolhido, vamos reinvestir em livros bengali.

Prabhupada: Isso é certo.

Ramesvara: Então, além disso, queria pedir a partir do seu próprio BBT, porque Gopala diz que todo o seu dinheiro é amarrado para impressão em Inglês e hindi e outras línguas.

Gopala Krsna: Pelo menos por seis meses.

Ramesvara: Então esse é o seu pedido.

Prabhupada: Que ele pode começar em setembro.

Jayapataka: O quê?

Tamala Krsna: (risos) Prabhupada disse, "em setembro".

Ramesvara: Srila Prabhupada, eu recebi um telegrama da América sobre a venda do livro. É a partir do nosso armazém principal em Los Angeles. Eles relatam que houve um aumento deste mês em relação ao mês passado. Para Voltar ao Supremo, o aumento foi de setenta por cento.

Prabhupada: Hm!

Ramesvara: Para pequenos livros como Perfeição da Yoga, passou quarenta e cinco por cento. Por meio de livros como Krsna Trilogy e Isopanisad, aumentou quarenta e cinco por cento, e para os livros de capa dura como o Bhagavad-Gita e Srimad-Bhagavatam, que dobrou, de duzentos por cento de aumento.

Jayapataka: Em um mês.

Prabhupada: Isso é muito bom.

Giriraja: Não, isso significa que triplicou.

Ramesvara: Duzentos por cento de aumento.

Giriraja: Cem por cento de aumento é dobrada, para duzentos por cento ...

Tamala Krsna: triplicou. Triplicou, a distribuição do livro.

Gopala Krsna: Big livros.

Prabhupada: Muito bom.

Tamala Krsna: Simplesmente a sua palavra, Srila Prabhupada, que está acontecendo.

Ramesvara: Todo mundo já está usando esses "Double It" botões. Todo o movimento é simplesmente pensar em duplicar a distribuição de livros, duplicando-a.

Prabhupada: Sim, essa é a nossa verdadeira missão. Yare dekha tara kaha 'krsna' upadesa [Cc. Madhya 7,128]. Isso é tudo. Esta é a oportunidade de falar as palavras dadas por Krishna. Krsna Krsna Dvaipayana ou são os mesmos. Então está tudo bem. Não há mais conversa.

Devotos: Jaya Srila Prabhupada!

Prabhupada: Hare Krishna. Jaya.

Radha vallabha: Eu estou planejando levá-la longe dele, mas eu não posso encontrá-lo. Acho que pelo tempo eu voltar para a América ...

Prabhupada: Não é muito convincente.

Radha vallabha: Yeah.

Prabhupada: "Você pode me pagar seiscentos dólares para cinqüenta (indistinta)."

Radha vallabha: Eu venho tentando encontrá-lo. Assim que eu encontrá-lo, vou levá-lo o livro dele.

Prabhupada: Ainda pagando-lhe o dinheiro?

Radha vallabha: Não, não, eu parei quando você me disse em Mayapura.

pessoas Prabhupada: Cheats sua esposa e filhos, este homem torto, enganando. Tendência está lá. Onde ele está?

Radha vallabha: Quando?

Prabhupada: Onde ele está agora? (Final)

Declaração de vontade
Ramanareti, Vrndavana, U.P.
DATA: June 1977

I, AC Bhaktivedanta Swami Prabhupada, fundador acharya da Sociedade Internacional para Consciência de Krishna, instituidor da Bhaktivedanta Book Trust, e discípulo de Om Visnupada 108 Sri Srimad Bhaktisiddhanta Sarasvati Gosvami Maharaj Prabhupada, atualmente residente em Sri Krishna-Balarama Mandir em Vrndavana, fazer esta minha última vontade:

1. O Corpo Governante Comissão (GBC) será a entidade gestora final de toda a Sociedade Internacional para Consciência de Krishna.

2. Cada templo será uma propriedade da ISKCON e será gerida por três administradores executivos. O sistema de gestão vai continuar como está agora e não há necessidade de qualquer alteração.

3. Propriedades em Portugal será gerido pelos seguintes diretores executivos:

a) Propriedades em Sri Mayapur Dhama, Panihati, Haridaspur e Calcutá: Gurukrpa Swami, Jayapataka Swami, Bhavananda Gosvami e Gopal Krishna das Adhikari.

b) Propriedades em Vrndavana: Gurukrpa Swami, Swami Akshoyananda e Gopal Krishna das Adhikari.

c) Propriedades em Bombaim: Krsna Gosvami Tamal, Giriraj das Brahmachary e Gopal Krishna das Adhikari.

d) Propriedades em Bhuvanesvara: Goura Govinda Swami, Jayapataka Swami, e das Bhagawat Brahmachary.

e) Propriedades em Hyderabad: Swami Mahamsa, Gopal Krishna Swami Sridhar das Adhikari e Bali Mardan das Adhikari.

Os directores executivos que aqui foram designados são nomeados para a vida. Em caso de morte ou de omissão, por qualquer motivo de qualquer dos referidos diretores, um diretor ou diretores sucessor pode ser nomeado pelos Conselheiros remanescentes, desde que o novo diretor é o meu discípulo iniciado seguindo rigorosamente todas as normas e regulamentos da Sociedade Internacional para Consciência de Krishna, conforme descrito nos meus livros, e desde que não haja nunca inferior a 3 (três) ou mais de 5 (cinco) diretores executivos atuando ao mesmo tempo.

4. Tenho criado, desenvolvido e organizado da Sociedade Internacional para Consciência de Krishna, e, como tal, tenho a honra de vontade que nenhum dos imóveis de pé em nome da ISKCON na Índia deve sempre ser hipotecados, contra emprestado, vendido, transferido, ou em qualquer forma onerado, eliminados ou alienados. Essa direção é irrevogável.

5. Propriedades fora da Índia, em princípio, nunca deve ser hipotecado, emprestado contra, vendidos, transferidos ou de qualquer forma onerado, eliminados ou alienado, mas se surgir a necessidade, podem ser hipotecados, contra emprestado, vendido, etc, com o consentimento dos membros da comissão GBC associado com a propriedade particular.

6. As propriedades fora da Índia e os seus membros as comissões associadas GBC são as seguintes:

a) Propriedades em Chicago, Detroit e Ann Arbor: Jayatirtha das Adhikari, Harikesa Swami, e Balavanta das Adhikari.

b) propriedades no Havaí, Tóquio, Hong Kong: Krpa Swami Guru, Swami Rameswara e Krsna Gosvami Tamal.

c) Propriedades em Melbourne, Sydney, Austrália Farm: Krpa Swami Guru, Hari Sauri, e Ãtreya Rsi.

d) Propriedades em Inglaterra (Radlett Londres), França, Alemanha, Holanda, Suíça e Suécia: Jayatirtha das Adhikari, Bhagavan das Adhikari, Harikesa Swami.

e) Propriedades no Quénia, Maurícias, África do Sul: Jayatirtha das Adhikari, Swami Brahmananda e Ãtreya Rsi.

f) propriedades no México, Venezuela, Brasil, Costa Rica, Peru, Equador, Colômbia, Chile: Gosvami Hrdayananda, Panca Dravida Swami, Swami Brahmananda.

g) Propriedades em Georgetown, Guiana, Santo Domingo, Santo Agostinho: Adi Kesava Swami, Gosvami Hrdayananda, Panca Dravida Swami.

h) Propriedades em Vancouver, Seattle, Berkeley, Dallas: Satsvarupa Gosvami, Jagadisa das Adhikari, Jayatirtha das Adhikari.

i) Propriedades em Los Angeles, Denver, San Diego, Laguna Beach: Swami Rameswara, Satsvarupa Swami, Adi Kesava Swami.

j) Propriedades em Nova York, Boston Puerto Rico, Port Royal, St. Louis, St. Louis Farm: Krsna Gosvami Tamal, Adi Kesava Swami, Swami Rameswara.

k) Propriedades no Irão: Rsi Atreya, Bhagavan das Adhikari, Swami Brahmananda.

l) Propriedades em Washington DC, Baltimore, Filadélfia, Montreal e Ottawa: Rupanuga das Adhikari, Gopal Krishna das Adhikari, Jagadisa das Adhikari.

m) Propriedades em Pittsburgh, New Vrndavana, Toronto, Cleveland: Kirtanananda Buffalo Swami, Ãtreya Rsi, Balavanta das Adhikari.

n) Propriedades em Atlanta Farm Tennessee, Gainesville, Miami, Nova Orleans, Mississippi Fazenda, Houston: Balavanta das Adhikari, Adi Kesava Swami, Rupanuga das Adhikari.

o) Propriedades em Fiji: Hari Sauri, Ãtreya Rsi, Vasudev.

7. Declaro, dizer e confirmar que todos os imóveis, móveis e imóveis, que estão em meu nome, incluindo contas correntes, contas poupança e depósitos em vários bancos, são as propriedades e os bens da Sociedade Internacional para Consciência de Krishna, e os herdeiros e sucessores da minha vida anterior, ou alguém afirmando através deles, não têm qualquer direito, reivindicação ou interesse em alguma dessas propriedades, salvar e excepto nos casos previstos a seguir.

8. Embora o dinheiro que está em meu nome pessoal em bancos diferentes, está sendo gasto para a ISKCON e pertence à ISKCON, tenho mantido alguns depósitos especificamente marcado para a atribuição de um subsídio mensal de Rs. 1.000 / - cada um dos membros da minha antiga família (dois filhos, duas filhas e esposa). Após as mortes dos membros da minha antiga família, esses depósitos específicos (corpus, interesses e poupança) passarão a ser propriedade da ISKCON para o corpus da confiança, e os descendentes da minha família ou qualquer reivindicação antiga por eles não será permitido qualquer outro ajustamento.

9. Tenho a honra de nomear Krpa Guru Swami, Hrdayananda Gosvami, Tamal Krishna Goswami, Rameshwar Swami, Gopal Krishna das Adhikari, das Jayatirtha Adhikari e Giriraj das Brahmachary para atuar como executores do testamento. Eu fiz isto este dia 4 de junho de 1977, na posse de sentido pleno e mente sã, sem persuasão, força ou coação de ninguém.

Testemunhas:

1. (?)

2. Tamal Krishna Goswami

3. Bhagavandas Adhikary

A. C. Bhaktivedanta Swami




"SOMEONE HAS POISONED ME" Prabhupada.

seus dados